• E se eu te falar que quem tem hérnia de disco, pode fazer Pilates, você acreditaria?

    E se eu te falar que quem tem hérnia de disco, pode fazer Pilates, você acreditaria?

    Posso afirmar, quase que com certeza, que as pessoas que têm hérnia de disco responderam que NÃO!!! Afinal ninguém melhor do que uma pessoa que tenha essa patologia para descrever como é difícil conviver com as DORES e com as restrições que essas dores acabam gerando e às vezes só de imaginar em ter que se mexer, já faz qualquer um desistir de tentar, seja ir para escola, trabalhar e se exercitar.

    Mas é aí que mora o perigo, até a hérnia de disco é uma patologia advinda de uma pandemia ainda maior que a do COVID-19 que é o SEDENTARISMO.

    mulher_hernia_reformer

    O sedentarismo atinge cerca de 70% da população mundial onde a condição musculoesquelética aparece como insuficiente em 40% da população acima dos 18 anos. Ou seja, até nossos jovens e crianças estão sedentários, acumulando ganho de peso, fraqueza muscular, raquitismo (falta de vitamina D) e muitos vícios posturais advindos do uso cada vez mais desenfreado de tecnologias e esse conjunto todo contribui para a instalação das hérnias e consequentemente das dores.

    Atualmente 5,4 milhões de brasileiros têm hérnia de disco e a idade de instalação média veio caindo dos 37 para os 30 anos, isto significa que cada vez mais cedo nossa coluna já não é mais capaz de suportar nosso peso e as ações das forças da gravidade e da força peso para nos equilibrar ou nos manter eretos, sem compensações. Além disso, a partir dos 30 anos de idade, perdemos 10% de massa muscular por ano e recuperar essa musculatura de forma gradativa e eficiente requer exercícios direcionados em equalizar os desequilíbrios musculares.

    Por isso o Pilates é a modalidade esportiva mais indicada para o controle e tratamento das hérnias, pois toda a base do seu método está em fortalecer e estabilizar a coluna vertebral, mantê-la flexível e com isso manter a saúde dos discos e a melhora considerável das dores através de mobilidades da coluna, além de nunca permitirmos que um exercício aumente ou cause desconforto, com isso mantemos a aula segura e o aluno  confiante de que o exercício não aumentará sua dor, podendo “relaxar” e se concentrar na execução do movimento.

    Apesar de usarmos o desconforto como um limite nos exercícios, é muito importante que o Instrutor de Pilates saiba o que está fazendo, ou seja, uma boa anamnese, fazer os testes especiais para verificar a hipótese de hérnia e seu tipo, testar os Dermátomos e Miótomos para determinar o grau de acometimento sensitivo e motor e então com base na avaliação postural traçar quais serão os objetivos de aula para que efetivamente as dores atenuem e até desapareçam.

    mulher_bola_solo

    Outro ponto importante tanto para o aluno quanto para o instrutor, é que em um Studio de Pilates, apenas 3 alunos fazem aulas ao mesmo tempo, com isso o instrutor fica bem mais próximo, podendo corrigir e orientar bem melhor os alunos com segurança e eficiência. Além disso, cada aula é totalmente personalizada, ou seja, cada aluno apenas realiza os exercícios que são mais apropriados na melhora das suas alterações posturais e patologias instaladas garantindo que cada aula seja única e exclusiva.

    foto_vanessa_moraes_miniSeja você mais um EX-sedentarista e descubra com a Império Pilates, como mudar sua Postura não somente durante as aulas, mas perante a vida!
    Confira e marque uma aula experimenta conosco!
     por Vanessa Moraes – Docente dos Cursos de Formação e Especialização em Pilates – Império Pilates – Mar/2021.

deixe uma resposta

Cancelar resposta